Depressão e a Bíblia

‘Ele mesmo, porém, foi para o deserto, caminhando um dia inteiro. Por fim, sentou-se debaixo de um zimbro. Sentiu vontade de morrer e orou: — Basta, Senhor! Tira a minha vida, porque eu não sou melhor do que os meus pais.’

1Reis 19:4

No relato acima vemos o profeta Elias desanimado, melancólico e até podemos dizer depressivo. Tudo isso ocorreu após o profeta assistir a coisas sobrenaturais. Ele foi desafiado pelo rei Acabe e por 450 profetas de Baal, viu fogo descer do céu e consumir todo um holocausto que estava encharcado com água, logo após matou os 450 falsos profetas, profetizou chuva na nação e Deus mandou chuva. Após todos esses acontecimentos a rainha Jezabel mandou um mensageiro a Elias dizer que o mataria por estar “perturbando” Israel. Elias simplesmente foge tentando poupar a sua vida e ora para que Deus o mate.

O que é depressão?  

Na Bíblia não existe a palavra depressão, mas vemos no relato acima um exemplo muito claro de depressão. Mas o que seria depressão? Seria uma doença, uma enfermidade? Seria uma frescura? Será que ocorre somente com pessoas mais fracas emocionalmente? Um cristão verdadeiro pode ficar depressivo? Será que é um pecado oculto que não foi confessado? Ou será que é obra satânica?

No dicionário depressão significa: ação ou efeito de deprimir, de se abater física ou moralmente. Já na psicologia significa: doença psiquiátrica, de origem crônica, que causa alterações de humor, definida por uma tristeza intensa e permanente, agregada à dor, à desesperança, à culpa etc., com ou sem razão aparente.

No entanto, a depressão é considerada muito mais profunda do que a tristeza. A palavra “depressão” vem do latim depressio, de deprimere, que significa “apertar firmemente”, “para baixo”.

Inicialmente, o termo depressão era usado para designar sintomas ou caracterizar estados mentais, sendo que a doença era chamada de melancolia, termo criado há mais de 25 séculos.

No século XX, em 1995, a depressão passou a ser considerada uma doença ou transtorno afetivo ou de humor.

A depressão e a ansiedade são os transtornos psíquicos mais frequentes encontrados na sociedade. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a depressão é uma das principais causas de incapacidade no mundo, sendo que o suicídio associado à depressão faz cerca de 850.000 vítimas anualmente.

Exemplos de depressão

Sabendo-se de tudo isso, o que podemos dizer sobre a depressão? Vemos claramente como citado acima que é algo que afeta milhões de pessoas. Vemos muitos famosos que foram vítimas de depressão, como por exemplo, Alberto Santos Dumont, o mesmo que inventou o avião; o ator Robin Williams que é conhecido por dar vida há vários personagens cômicos; Kurt Cobain, ex-vocalista da banda Nirvana; Heath Ledger, o ator que ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante ao interpretar o vilão Coringa no filme Batman e muitos outros que passaram por essa mesma situação. Vemos que a depressão não escolhe classe social, tantos ricos, como pobres, famosos e não-famosos podem passar por tal situação.

Tendo ciência que depressão são alterações de humor, definida por uma tristeza intensa e permanente, agregada à dor, à desesperança, à culpa, com ou sem razão aparente, podemos dizer que tem vários homens na Bíblia que passaram por essa situação. Um exemplo é o próprio Elias relatado no texto bíblico. Outro exemplo é Jó quando acaba perdendo tudo, inclusive o apoio de sua esposa e seus amigos e amaldiçoa o seu nascimento (Jó 3). Podemos citar ainda como exemplos Saul, Davi, Salomão, Jeremias, Jonas e até mesmo Paulo.

Diante disso, pode-se dizer que depressão seria mais uma doença do que qualquer outra coisa. Não acredito que seja obras satânicas (apesar que em alguns casos podem ser), pois vemos situações que Jó, que foi chamado pelo próprio Deus como homem justo e íntegro, e Davi, que foi considerado o homem segundo coração de Deus, enfrentarem a depressão. Não acredito que sejam pecados ocultos, pois a Palavra de Deus fala que aqueles que tem o Espírito Santo são guiados por Ele, Ele nos conduz, sempre mostra os nossos pecados e nos ajuda a corrigi-los. Creio que é algo que todos podem passar após enfrentarem certas situações, como morte de um ente querido, problemas financeiros, em muitos casos acontece também pós-parto, entre outros.

O que não pode acontecer é tentar com as forças do próprio braço vencer essa situação. Creio que Deus pode curar uma pessoa que enfrenta a depressão, Ele pode todas as coisas, mas também creio que em alguns casos ele vai usar um medicamento ou um cuidado com um especialista. O que não podemos fazer é tentar vencer isso sozinho, devemos pedir ajuda, não qualquer ajuda, mas de um especialista, um psicólogo com valores cristãos. Vejo muitos psicólogos com valores imorais, recomendando fazer coisas que são impróprias para nós. Mas mesmo assim não devemos deixar de buscar ajuda. Cada caso preciso ser verificado pessoalmente, não devemos julgar falando que é algo sem antes analisar. Em alguns casos devemos até fazer tratamento à base de medicamentos, muitos talvez não irão concordar, mas Deus pode usar até remédios para curar uma pessoa, eles foram criados para ser uma benção em nossa vida e não uma maldição. Podemos sim fazer uso de medicamentos quando receitado por um especialista, não devemos ficar dependentes desses medicamentos, até mesmo porque eles são na maioria tarja vermelha ou preta e acabam fazendo muito mal ao nosso organismo.

Busque ajuda

Voltando ao texto bíblico, vemos que nos versículos seguintes Deus confronta a Elias sobre o motivo de estar naquela situação e a resposta de Elias é que ele se achava um único profeta em toda a Israel, mas depois de um diálogo com Deus, Ele mostra a Elias que ainda tem sete mil que não se dobraram a baal. Após o diálogo que Ele tem com Deus, Elias reanima novamente, volta ao trabalho e depois é levado ao céu. Um detalhe que muitas vezes passa despercebido é que Elias somente saiu de uma crise de depressão para ir ao céu, pois em algum momento da sua caminhada buscou ajuda e falou sobre aquilo que o estava abatendo. Melhor exemplo que podemos ter, buscar ajuda e falar sobre aquilo que nos aflige.

Sei que há muito ainda para se falar, o assunto é extenso e sei que surge muitas dúvidas quando alguém passa por essa situação ou conhece alguém que esteja enfrentando. Mas o que podemos dizer com certeza é: não julgue e nem deixe ser julgado por outras pessoas ao passar por uma situação dessa. Muito pelo contrário, a depressão não começa da noite para o dia, ela começa aos poucos, vem de uma tristeza sem explicação, de uma agonia, de uma sensação de dor e culpa.Se você começar a sentir-se assim, busque ajuda, não deixe piorar, não se esconda, procure um pastor, um amigo, um psicólogo, mas não lute sozinho.

O escritor Augusto Cury fala algo muito importante em seu livro Vendedor de Sonhos: o suicida, aquele que passa por sentimentos depressivos, na verdade não quer morrer, ele não quer tirar a sua vida, ele quer acabar apenas com a sua dor. Não deixe que sua dor acabe com você, não deixe que ela seja mais forte, não deixe que a vergonha o impeça de pedir ajuda, mas acabe com a dor perseverando na luta e com pessoas ao seu lado.

Depressão e a Bíblia
4.5 (90%) 24 votos

Veja também

Salmo 90 – A eternidade de Deus e a brevidade do homem

Salmo 90 Completo O salmo 90 é um salmo que fala sobre a eternidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *