Salmo 121 → Elevo os meus Olhos para os Montes

Salmo 121 Completo

O Salmo 121 é uma passagem da Bíblia que nos ensina a buscar sempre o socorro de Deus. Veja abaixo o salmo completo, sua origem e um estudo sobre o seu significado.

Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro?
O meu socorro vem do Senhor , que fez o céu e a terra.
Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda.
É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel.
O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.
De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua.
7 O Senhor te guardará de todo mal; guardará a tua alma.
8 O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.

Salmos 121:1-8

Veja Também:

→ Salmo 91 Completo – Veja Aqui o Salmo mais Lido da Bíblia

→ Oração de Agradecimento a Deus – Agradeça pela sua Vida

→ Pai Nosso – A oração do Pai Nosso ensinada por Jesus

→ Salmo de Agradecimento – Demonstre gratidão a Deus

Salmo 121:1 - Elevo os olhos para os montes, de onde me virá o socorro?
Salmo 121:1 – Elevo os olhos para os montes, de onde me virá o socorro?

Origem do Salmo 121

O salmo 121 é o segundo da lista chamado de “Cânticos de Romagem ou Peregrinação ou ainda Cânticos dos Degraus”. Uma espécie de saltério dentro do livro de Salmos. É o Salmo que vai do 120 ao 134. Estes salmos formam uma coleção de hinos, que eram para ser cantados pelos peregrinos judeus, quando eles se dirigiam a Jerusalém pelo menos uma vez ao ano para participar das festas judaicas.

Durante a caminhada que poderia durar dias, esses peregrinos judeus caminhavam cantando esses salmos. Alguns dizem também que esses salmos eram cantados enquanto se subiam os 15 degraus que levavam ao pátio dos homens no templo de Jerusalém. Esses salmos falam de muitas experiências que eles passavam e que nós passamos hoje também.

Estudo sobre o significado do Salmo 121

Abaixo temos um estudo completo sobre o significado do Salmo 121.

Salmo 121:1-2

‘Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor , que fez o céu e a terra. ‘Sl 121:1-2 -> O salmista começa fazendo uma pergunta sobre a sua segurança, pois os peregrinos a caminho de Jerusalém corria muito perigo de ladrões que escondiam nos montes. Mas, não somente isso, naquela época muitos povos vizinhos acreditavam que o deus dos hebreus habitava somente nas montanhas (1 Reis 20:23,28). Nesse caso o salmista está dizendo que ele olha para os montes, mas não são os montes que irão te auxiliar, mas o Senhor criador dos céus e da terra. Uma outra interpretação possível é que “elevo os olhos para os montes” era uma espécie de provocação aos deuses pagãos. Isso porque era muito comum encontrar locais de adoração a vários deuses entre montes altos, onde povos pagãos faziam imagens, altares e templos aos seus deuses. Assim, muitos povos olhavam para os montes buscando o socorro de seus deuses. Dessa forma, o salmista estaria demonstrando que o socorro não vem de falsos deuses adorados nos montes, mas do Deus Todo-Poderoso.

Salmo 121:3-4

‘Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda. É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel. ‘ Sl 121:3-4 -> Por se tratar de uma viagem longa e cansativa, além de muito arriscada, o clamor dos peregrinos ao Deus de Israel era: “Que ele não deixe que teus pés tropecem”. A idéia de perder a proteção divina em algum ponto da estrada era amedrontadora. Por isso, comparando o Senhor a uma sentinela, o pedido é que sua proteção fosse constante, não intermitente como acontece a guardas humanos que têm de repousar, muito pelo contrário, o nosso Senhor não dorme e nunca dormirá, Ele está sempre cuidando de cada um dos seus.

Salmo 121:5

‘O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. ‘ Sl 121:5 -> O salmista está comparando o nosso Senhor como uma sombra. Não importa onde formos, não importa se está de dia ou de noite, a nossa sombra sempre irá nos seguir, lado a lado em nossa caminhada.

Salmo 121:6

‘De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua. ‘ Sl 121:6 -> O sol representa os perigos do dia, o sol também traz ameaças de insolações. Já a lua representa os perigos da noite. O nosso Senhor sendo como sombra está sempre conosco não deixando que nada venha nos atingir. Quando falo “nada venha nos atingir”, não quero criar uma “teologia da bolha”, como alguns pregam e ensinam que nada pode acontecer com um cristão. Que vivemos numa bolha em que somos intocáveis. Muito pelo contrário, coisas ruins podem ocorrer na vida daqueles que temem a Deus, vimos isso claramente na vida de Jó e tantos homens na Bíblia. Mas nada acontece sem a permissão e vontade de Deus.

Salmo 121:7-8

‘O Senhor te guardará de todo mal; guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.’ Sl 121:7-8 -> O salmista termina dizendo que Deus vai guardar a todos de todo o mal, desde a saída da suas moradas até as montanhas de Jerusalém.

Conclusão

Após esse estudo, talvez você pense: Deus irá me proteger em todo o tempo. Nenhuma circunstância ruim irá me ocorrer, pois Ele é como uma sombra que está comigo. Não estou dizendo isso no estudo, mas, como Paulo disse, nunca haverá nada que pode nos separar do amor de Deus. Nem a morte, nem a vida, nem altura ou profundidade, nem anjos ou demônios, nem o presente, nem o futuro, nada vai nos separar dEle (Romanos 8:38-39). Mesmo quando passamos pelo deserto, Deus está conosco! Às vezes ficamos tristes por passar por certas situações, mas não importa o que passamos, o nosso Senhor irá estar sempre conosco, ou nos livrando das situações, ou nos fortalecendo para que possamos enfrentá-las!

Salmo 121 Cid Moreira

No vídeo abaixo temos uma versão do Salmo 121 na voz de Cid Moreira:

Salmo 121 - Cid Moreira
Salmo 121 – Cid Moreira

Avalie e Comente

Não se esqueça de deixar a sua avaliação clicando nas estrelas abaixo. Deixe também o seu comentário construtivo abaixo.

Veja também

Salmo 90 – A eternidade de Deus e a brevidade do homem

Salmo 90 Completo O salmo 90 é um salmo que fala sobre a eternidade de …

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.